domingo, 5 de abril de 2020

Domingo, 5 de abril, dia 21 da quarentena

O ANO EM QUE A TERRA PAROU
e as verdadeiras amizades brilharam

Dava um bom título e subtítulo de romance, né, Florinha?

Hoje tive uma conversa especial com uma pessoa que é minha amiga há bem mais de 30 anos, mas só agora estamos ficando Amigas, com A maiúsculo. Estudamos juntas na faculdade, sempre estivemos mais ou menos em contato, mas - curiosamente - agora é que estamos criando laços de fraternidade e compreensão mais fortes, reais e, espero, indissolúveis. Além de uma série de coincidências - tivemos filhos na mesma época, o neto dela tem a idade do meu enteado (seu tio Gael), a filha dela começou a carreira com uma espécie de pequeno empurrão meu, estamos descobrindo uma visão de mundo coincidente, nos últimos tempos.

Engraçado que estou trancada em casa, mas nunca conversei tanto com os amigos como nas últimas semanas. Tecnologia tem essas vantagens. E, especialmente, permite que seu papai me mande um vídeo como o que recebi agora, com você toda feliz e desenvolta, já dominando a própria postura corporal. Seu pai falou que você está quase dando pulos, já!

Você não faz ideia de como eu queria estar aí. Pelo menos, fiquei feliz vendo você cercada de jardim e de pessoas queridas, com as mãozinhas sujas de tinta, tão alegre como se estivéssemos vivendo tempos normais.

Te amo, minha neta, se eu pudesse romper os padrões de espaço-tempo e ir aí só para te dar um abraço bem forte, ficaria ainda mais feliz. Como não posso, mando raios telepáticos de amor.


Nenhum comentário: